Publicidade

Publicidade

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Publicidade

Publicidade

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Crime bárbaro chocou Município em Alagoas

Mulher mata a filha de 5 anos e arranca olhos e língua da criança com tesoura
Quando os militares chegaram na residência, encontraram o corpo da menina, com os órgãos próximo ao corpo, e a mãe bastante transtornada.

ALAGOAS - Um crime bárbaro foi registrado pela Polícia Militar na tarde desse domingo, 24, no Povoado de São Cristóvão, em Maravilha, Sertão de Alagoas. De acordo com a polícia, uma mãe que teria transtornos mentais matou a filha, uma menina de apenas 5 anos, e arrancou os olhos e a língua da criança com uma tesoura.

A informação foi confirmada pelo TNH1 com o 7º Batalhão da PM, que atendeu a ocorrência no interior alagoano. O avô da menina teria acionado a polícia após a mãe se trancar no banheiro com a própria filha. Quando os militares chegaram na residência, encontraram o corpo da menina, com os órgãos próximo ao corpo, e a mãe bastante transtornada.
A mulher foi identificada como Josimare Gomes da Silva, de 30 anos, e a criança era Brenda Carollyne Pereira da Silva, de apenas 5 anos.

Como a mulher estava muito agitada e havia o relato de que ela teria problemas psiquiátricos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência também esteve presente para levá-la ao Hospital Regional de Santana do Ipanema. Ela foi sedada e posteriormente encaminhada para a Delegacia Regional de Delmiro Gouveia.

O Instituto Médico Legal (IML) também esteve no local e, de acordo com o 7º BPM, informou inicialmente que a morte da criança ocorreu devido aos ferimentos provocados por tesoura.
Alguns sites do interior noticiaram que o pai da menina mora fora de Alagoas. 

O Portal também confirmou que a mulher está presa na Delegacia Regional de Delmiro Gouveia, que era a unidade policial plantonista da região no final de semana, mas que o caso será investigado pela delegacia da cidade de Maravilha

Fonte - TNH1
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade