Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Prioridades fisiológicas

‘Muita vontade de fazer cocô’, justifica mulher perseguida por correr a 115 km/h

Ela foi presa e ainda pediu para realizar a necessidade na viatura policial

a
Reprodução
Emily Sindt Owings ao ser parada por policiais em Oklahoma, EUA

Uma mulher de Oklahoma, nos EUA, foi presa depois de ser perseguida por policiais por  dirigir a 115 km/h , sem cinto de segurança, na última terça-feira (15). O mais curioso, no entanto, é a justificativa dada por Emily Owings Sind, de 28 anos, no momento da abordagem: "Estou com muita vontade de fazer cocô ". 

Abordada pelos policiais, Emily não tinha carteira de identidade. Ela apresentou apenas um cartão para a retirada de maconha medicinal .

Ao acessar o sistema de controle, um dos policiais descobriu que a carteira de motorista da americana havia sido revogada. Durante a abordagem, a jovem implora:

Por que vocês não me deixam ir? ", pergunta Emily.

Porque a sua carteira está suspensa ", responde um agente.

Eu não sabia. Se soubesse, não dirigiria mais ", retruca a jovem.

Emily, então, desculpou-se e pediu:

Por favor, posso ir para casa fazer cocô ?"

Ela não pôde. A motorista acabou presa. Ao ser levada para a viatura, ela perguntou:

"Posso fazer cocô no seu carro ?"

Emily foi autuada por fuga, direção imprudente sem cinto de segurança e sem seguro. Os policiais ainda encontraram metanfetamina e material para consumo no carro.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade